in

6 comidas mais estranhas do mundo

Esse é para quem tem estômago forte

comidas mais estranhas

Você acha que buchada de bode e língua de boi são os pratos mais bizarros que existem? Desde uma singela torrada de lesmas até cérebro de macaco, existem mais estranhezas no mundo gastronômico do que sonha o nosso paladar. Abaixo nós listamos alguns dos pratos, digamos, mais curiosos do planeta.

Osso duro – e nutritivo – de roer

 

Prato de osso
Um restaurante em Londres, na Inglaterra, tem em seu cardápio um prato bem simples: ossos. Os clientes podem pedir um prato de osso e comer o tutano, substância presente na constituição dos ossos e que é muito nutritiva.

Bat-lasanha

Bastante apreciado na região sudeste da Ásia, esse prato é feito com espécies de morcego que comam frutas e não são venenosos. Os apreciadores dessa receita ressaltam o seu valor nutricional, o baixo teor de gordura e a textura da carne, que parece frango. Mas se você não é muito chegado em lasanha, sem problemas: os morceguinhos também pode ser servidos na caçarola ou na sopa.

Torradinha de lesma

Torradinho de lesma
Esse prato, uma iguaria da França (também há bizarrices no país dos grandes chefs), é feito com lesmas ao molho de cogumelos e gergelim.

Farofa de formiga

Farofa de formiga
Se ao ler esse menu pitoresco você acha que comida estranha só existe em outros lugares do mundo, se enganou: aqui no Brasil, mais precisamente na região sudeste, também tem espaço na cozinha para “iguarias”. Aqui temos a farofa de formiga, feita especialmente com as espécies içá ou saúva – aquela que, dizem por aí, tem gosto de amendoim. Além de consumida como farofa, a formiga também pode ser torrada com tempero e até congelada para ser comida durante o ano.

Aranha frita

Aranha frita
Ao ver uma aranha caranguejeira (ou tarântula) na sua frente, sua primeira reação é sair correndo ou colocá-la na sua frigideira? Alguém, em algum momento da história, pensou na segunda opção e assim nasceu essa… iguaria. Apesar do aspecto ameaçador e peludo, essa espécie não é venenosa, além de ser a mais consumida no mundo devido ao seu tamanho avantajado. A receita é típica da América do Sul, sul da África e Austrália.

Cérebro de macaco

O pessoal lá na África tem alguns pratos típicos bastante nojentos curiosos. Esse é provavelmente o mais excêntrico deles: cérebro de macaco. Essa iguaria, que não agradou nem Indiana Jones, é uma das mais antigas do continente. Após um cuidadoso preparo – que não convém entrar em detalhes porque… bom, você não quer realmente saber como se faz um cérebro de macaco, não é -, o prato é servido cozido. Dizem que o órgão é rico em fósforo, proteínas e vitaminas… Caso você precise de um suplemento alimentar, fica a dica.

Bônus – Vinho de cobra

Vinho de Cobra

Não, não é a marca do vinho que se chama Cobra, ou algum slogan publicitário, nada disso. Dentro da garrafa está uma cobra. De verdade, inteirinha, posicionada habilmente de forma a ficar olhando para quem se arrisca a dar um gole na bebida. De onde é esse vinho? Se você pensou “China”, acertou! Pelo jeito, definitivamente nem só de yakissoba vivem os chineses.

O que você achou?

Publicado por O Postador

Trago novidades todas as segundas e quartas. Fora isso, os conteúdos são de autores convidados. Entre em contato para publicar o seu conteúdo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

GIPHY App Key not set. Please check settings

4 pratos deliciosos que você NÃO deve preparar para sua sogra

Dicas do corredor

Conselhos para treinamentos e prática de corrida