Pobre metido a rico

Manda forrar o carro em couro e depois cobre o assento com uma capa de pano, para não estragar.

Tem celular, mas é de cartão e coberto com capinha, para não arranhar o teclado.

Compra tapete persa falsificado e põe na parede, para ninguém pisar.

Assina revista estrangeira para a vizinhança pensar que ele fala inglês.

Tem TV a cabo com 60 canais, mas só assiste novela da Globo, o Ratinho e a Hebe Camargo.

Comemora o aniversário dos filhos no Mac Donald’s e depois soma os presentes recebidos, para ver se a festa não deu prejuízo.

Quando compra camarão faz prato com chuchu ou empadão, para render.

Coloca whisky nacional em garrafa de estrangeiro 12 anos, para enganar as visitas.

Mantém no pára-brisa do automóvel aqueles selos de controle de qualidade, para fingir que comprou o carro “zero quilômetro”.

Seu cachorro tem toda pinta de “vira-lata”, mas ele jura que é de raça.

Convida para um churrasco, mas pede a cada pessoa para levar alguma coisa.

Tem sempre um parente que ele diz que é muito amigo de uma pessoa importante.

Mora em uma quitinete, mas justifica que está ali apenas esperando terminar a obra da casa.

Compra roupa de grife em “ponta de estoque”, mas diz que é “de viagem”.

Fez uma cirurgia de vesícula no INAMPS, mas diz que fez lipoaspiração em clínica particular.

Vai a enterro de autoridade só para sair na foto e fingir que é íntimo.

Quando viaja se hospeda em pensão, mas manda foto tirada em frente a hotel cinco estrelas.

Latest Comments

  1. Kurt 26 de January, 2007
  2. conselheiro 19 de February, 2007
  3. biaaa 18 de December, 2010
  4. adilene amaral 22 de May, 2011
  5. Luana 27 de June, 2011

Leave a Reply